quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Coisas da madrugada.



Acabei de postar por aqui há umas duas horas... São 2h54min e estou sem um pingo de sono.
Minha mulher está dormindo um sono tão profundo ao meu lado, e eu aqui acordado feito um lobisomem.
Já passeei por blogs de amigos, vi um zilhão de vídeos no You Tube e nada do sono vir!
Não sofro de insônia, sei que se fechar os olhos durmo de imediato. Mas o fato que me falta esta vontade de fechar os olhos.

Acho que vou atacar a geladeira e depois ir no quintal ficar um pouco com meus cachorros. Adoro olhar o céu de madrugada... mesmo que seja uma madrugada chuvosa como agora.

Quer ver o que eu estou vendo agora? Adoro Iron Maiden!
Será que algum brasileiro conseguiria fazer uma música assim falando das nossas guerras?



E esta? Esta é velha, mas o tema atual!

Todo mundo em retrospectiva...



Nesta época fica todo mundo fazendo balanço.
Uns pensam no que deveriam ter feito; outros, naquilo de errado que fizeram, em coisas que poderiam ter evitado etc etc.
Também é uma época de nostalgia. Eu, por exemplo, quase chorei vendo este vídeo aí... Sei lá, parece que pegou fundo na minha infância. Eu acordava bem cedinho aos domingos pra ver esta bicharada aí!
Agora nostalgia mesmo me deu este outro vídeo, que mistura Muppets com Queen. Vale a pena você aumentar o volume, porque a coisa ficou boa mesmo.


Mas, voltando ao assunto que deu início ao post, estes últimos dias do ano nos levam a reflexões profundas.
Considero que este foi o melhor ano da minha vida: Profissionalmente falando, consegui uma nova franquia de escola. Além do Anglo Matão, agora também estou montando o Novo Anglo Jaboticabal; também consegui dar aula na escola mais conceituada de Ribeirão (Einstein) onde fiz grandes amigos e fui muito bem recebido pelos alunos.
Considero também que este foi o pior ano da minha vida: meu pai entrou em um estado horrível de saúde e passei todos os dias do ano achando que ele morreria naquele dia. Não é fácil ver o pai morrer um pouquinho por dia.
Confuso né? Como pode um ano ser o melhor e o pior? Não sei, mas acredite, é assim que classifico este ano que se finda.

Fiquei tanto tempo sem escrever por aqui que achei até que tinha perdido todos meus leitores. Engano meu. Estava olhando as estatísticas do Blogger e constatei que ainda tive, apesar do recesso, mais de 300 visitas neste mês! Que bom! Tenho até leitores em Portugal. Obrigado pelas visitas.

Queria muito contar alguma história engraçada da minha vida agora, mas parece que este clima de final de ano me tornou meio sorumbático...

Obrigado pela visita!!!! Feliz 2010!!!

domingo, 27 de dezembro de 2009

Blog mal assombrado?

Nossa, meio que sem querer, acabei abandonando meu lindo e querido blog...
Pior ainda, acabei abandonando meus fiéis leitores!
Sei lá, acho que sofri uma espécie de catatonia cibernética... Fui deixando um novo post pra amanhã, amanhã... Resultado: abandono total e absoluto.
Até parece criança que ganhou um brinquedo, brincou um monte e enjoou da coisa.
Não vou ficar explicando demais o porquê do abandono, senão caio naquela armadilha de quanto mais explicar, pior a coisa ficar!

Já se passaram dois dias do Natal, como foi o seu?
Você teve algum familiar que bebeu demais e acabou brigando ou falando de coisas de séculos atrás? Muita reunião de família acaba assim... O álcool é capaz de reabrir feridas que o tempo devia ter enterrado.
Ou será que seu Natal foi na casa de parentes que você nem gosta muito, mas teve que ir porque foi obrigado? Aí na hora da ceia teve que abraçar e beijar todo mundo?
Também pode ser que seu Natal tenha sido lindo e maravilhoso e que estas coisas que eu citei acima sejam coisas distantes pra você... que bom!
Bem, não importa se você gostou ou não. Verdade! Um dia você vai sentir saudade de tudo isso. É que o Natal reúne a família... E acredite, bem ou mal. é melhor ter uma família do que nenhuma.
Aquela sua tia chata que você só vê no Natal, pode ser que nem esteja entre nós no próximo Natal.
Natal é época de confusão em casa, daquele monte de parentes querendo usar o banheiro, dos seus priminhos querendo fuçar no seu computador... Ah, que delícia é o Natal.

Mas agora é hora de pensar no Ano Novo!
Você já fez planos?
Eu, pela milionésima vez, decidi fazer regime! Desta vez é pra valer! hahaha
Adoro estes planos que a gente faz no começo do ano.

Falando sério agora: Espero, de todo meu coração, que você, nobre leitor, seja muito muito muito feliz neste ano que se inicia.
Muito obrigado por ter visitado tanto este espaço virtual, onde despejei grande parte das besteiras, ou não, que perambulavam pelo meu cérebro.
Se você foi meu aluno, obrigado por me aguentar durante as aulas, de ouvir mil vezes as mesmas histórias e rir em quase todas como se nunca tivesse ouvido. Você não faz ideia do quanto isto foi importante pra mim.
Alunos não fazem ideia que muitas vezes aquele professor que está lá na lousa rindo, por dentro está quase chorando... Assim, aquele seu sorriso no meio daquela aula de eletricidade pode ter salvado minha manhã; Aquele seu bom dia e aquele abraço que você me deu no começo da aula, pode ter sido o que eu precisava pra continuar vivendo aquele dia.
É muito bom estar com vocês durante os 200 dias de aula.
MUITO obrigado por aguentar este professor que insiste em dar aula quando tudo que você queria era dormir mais um pouquinho.

Que 2010 seja um ano lindo pra você!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

ahhhh, nada como a integridade...

Quanto que não apareço né?
Pois é, ando tão ocupado que acabei abandonando por um período meus amados leitores.
Peço desculpas sinceras por tal desleixo.
Ando tão ocupado porque estou montando uma outra escola, desta vez lá em Jaboticabal.
E montar escola é uma coisa que nos consome por completo.
Seu pai te colocaria em uma escola onde ele não sentisse confiança? Claro que não!
Assim todo meu precioso tempo anda dedicado ao novo templo do saber... hahaha
Não bastasse toda confusão que é montar uma equipe, comprar equipamentos e fazer matrículas, ainda por cima tenho sido alvo de ataques de caluniadores.
Muito triste viu!
Imagine um bando de gente sem ter o que fazer, gastando energia pra te prejudicar... E olhe que quem não tem o que fazer, tem tempo de sobra pra fazer canalhices.
Não me abalo! Já postei por aqui um segredo: Eu tenho as costas quentes! Deus é comigo! E confio plenamente Nele.
Mas nem por isso vou gostar de ser caluniado né?
Ainda bem que as calúnias têm sido ditas para pessoas que me conhecem e que não acreditam em tais imbecilidades.
Mas vamos falar de coisas mais alegres.
Como anda sua vida nobre leitor? Tudo bem?
Hoje é um feriado esquisito. Dia dos mortos...
Aproveite que hoje é dia dos mortos e alegre alguém que ainda está vivo.
Já pensou que legal dar um abraço muito forte no seu pai e dizer: pai, eu amo você!
Quem sabe dar uma rosa pra sua namorada...
Um beijo sem a mãe esperar...
Um e-mail pra aquele amigo tão especial que você anda esquecendo ou perdendo contato...
Sei lá, surpreenda alguém!
Qual o motivo?
Nenhum em especial, só pra aproveitar a alegria de estar vivo.
Muito obrigado pela sua presença no blog, prometo postar com a mesma frequência de antigamente.
Beijos e abraços aos amigos!

Aí vai um vídeo que lembra minha infância... nossa, eu fazia igualzinho!!!


E este som? Homenagem aos roqueiros que visitam este blog!

domingo, 11 de outubro de 2009

E viva o dia das crianças!!!


A infância dura pouco tempo no calendário; mas dura uma eternidade na nossa memória.
Talvez você já esteja namorando alguém há 3 anos, ou talvez fazendo cursinho há 2 anos etc.
Já reparou como nem parece?
Parece que foi ontem...
Já na sua infância, tudo durou uma eternidade.
Tente se lembrar onde você estudou de 5ª a 8ª séries. Foram só 4 anos!
Mas na sua memória isto é uma fase inteira da sua vida!
Estudos mostram que crianças sentem o tempo passar devagar; adultos o sentem muito rápido; enquanto na velhice os dias se tornam lentos novamente.
Sinto saudades da minha infância.
Foi uma infância pobre. Mas na época eu nem sabia que era tão pobre!
Criança não tem estas neuras. O que importa é brincar.
Me lembro da época em que eu queria ganhar um avião (de verdade) de presente do dia das crianças. Dentro da minha ingenuidade, isto era um presente bem legal.
Também lembro de quando queria ganhar um revólver (também de verdade).
Já estou muito longe da minha infância. 40 anos completados este ano...
Mas tenho cá comigo que ainda carrego muito da minha infância.
O que eu carrego? A capacidade de sonhar!
Só realizamos coisas com amor, se sonharmos com elas!
Por isso eu vivo cheio de sonhos.
E vivo realizando-os!
Foi assim com minha profissão, com meu casamento, com a primeira escola que abri em 2005 e agora com a escola que estou abrindo em Jaboticabal (Novo Anglo).
Coloco Deus em primeiro lugar na minha vida, aí corro atrás dos meus sonhos.
Deus acha graça no meu desespero e sempre me socorre. Sempre!
Além de tudo, toma as minhas dores. Segundo a sua Palavra, se alguém tocar em um protegido Seu, é como se tivesse provocado o próprio Deus!
É assim que vivo a minha vida! hahaha Tenho as costas quentes e 1000 sonhos a realizar!

E você, nobre leitor, tem sonhos?
Espero que tenha... e muitos!
Já dei uma boa dica de como realizá-los.
Pense nisto.
Feliz Dias das Crianças!!!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Estou surpreso!



Tem dia que a gente acha que só pode contar com Deus e mais ninguém nesta vida.
Claro que quem tem Deus realmente não precisa de mais nada.
Mas nós, como humanos que somos, sentimos falta de acolhimento, ombros em possamos nos escorar ou simplesmente uma pessoa que nos diga: vamos lá, eu te ajudo!
Estes dias tenho sentido o melhor que uma pessoa pode sentir.
Além da presença de Deus em minha vida, muitos ombros amigos estão aparecendo.
Tem tanta gente me ajudando a montar a escola em Jaboticabal, que tenho, de verdade mesmo, me emocionado com isso.
Alunos passam por nossas vidas, crescem e quando estão no auge nos abandonam...
Claro né?! A escola não é eterna, uma hora o aluno tem que ir viver sua vida.
O fato é que muitos ex-alunos, que apesar de estarem vivendo suas vidas, estão se prontificando a ajudar aquele professor que eu julgava estar talvez já perdido em suas lembranças.
Como é gostoso isso!
Como é bom saber que mesmo quando vão embora da escola, ainda lembram de mim com carinho e amizade. Isso não há dinheiro que pague.
Talvez você não acredite, mas no momento em que estou escrevendo este texto, lágrimas de emoção estão rolando.
Muito obrigado! Obrigado (à) (a) (á) todos aqueles que demonstraram e estão demonstrando tanto carinho e gentileza comigo, ajudando a divulgar a nova escola ou simplesmente falando bem de mim para os outros.
Onde é que se pode comprar isso?
Qual o preço?
Não tem preço e nem tem onde comprar...
Recebi mais de 300 depoimentos de apoio pelo orkut!
Tem gente ajudando a contar para os outros, colocaram posts no twitter, mandaram scraps para seus amigos. Tem até mãe me ligando e se prontificando a ajudar!
Um exército de amigos se levantou para ajudar esta pobre formiguinha...
Sim, porque o meu trabalho é de formiga.
Entretanto, quem me conhece e teve aula comigo, sabe do amor que tenho em trabalhar, do tanto que eu amo estar no meio dos meus alunos, compartilhando o pouquinho que sei com cada um. Mas ao mesmo tempo em que me dou para vocês, eu também me abasteço de coisas boas que vocês conseguem me passar. Cuidado! Eu vivo roubando parte da sua energia! hahaha
Muito obrigado por todo carinho que você, que é ou foi meu aluno, tem tido comigo.
Cada dia mais eu tenho a certeza que estou na profissão certa, afinal, se eu não fosse professor não teria conhecido pessoas como vocês, nobres leitores!

Como vai ser a escola?
* Só professores feras;
* Plantões com professores de verdade todas as semanas do ano;
* Aprofundamentos aos sábados;
* Aulas de livros;
* Palestras;
* Salas com ar condicionado, super carteiras, lousa branca, multimídia etc;
* Lugar amplo, grande área para estacionamento e localização excelente!

Beijos e abraços!!!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Música na veia!!!

Quem vive sem música?
Ninguém.
Adoro música!
Pena que nasci sem os neurônios para tocar algum instrumento.
Fuçando nos aplicativos para Iphone, olha o que eu achei:

Afinador pra guitarra, é mole?
Longe se vai o tempo em era preciso um diapasão...
Daqui a pouco vai ter aplicativo transformando Iphone em forno de microondas. É incrível a quantidade de aplicativos para este brinquedinho!
Se você quiser tem outro aplicativo pago (US$2,99) que afina qualquer instrumento.

Escolha o seu!

Agora pra matar um pouco de saudades, este vídeo vai deixar muitos jovens de 40 anos com saudades dos anos 80!
Nossa, eu adorava este som!
Caso não conheça, pergunte para seus pais!!! Hahaha
Abraços aos meus leitores!!!


domingo, 27 de setembro de 2009

Ninguém vive sozinho (?)

Já contei por aqui que tive o sonho, durante uma época da minha vida, de ser andarilho.
Acho que era uma vontade de sumir. Aquela necessidade que o adolescente tem de ficar um pouco em paz, deixando o turbilhão da vida e dos hormônios um pouco de lado.
Este sonho eu deixei para trás há muito tempo.
Mas há outra coisa estranha que quero compartilhar com vocês, queridos leitores.
Durante muito tempo achei que a felicidade era viver sozinho.
Estranho né?
Eu adorava ficar no meio de gente, da bagunça e das festas, mas queria viver sozinho.
Morar sozinho foi meu sonho de consumo durante um bom tempo.
Isto passou.
Ainda bem né?! Como um casamento sobreviveria assim?
Mas acho que ainda carrego algum resquício daquela época...
Amo ficar sozinho em casa!!!
Adoro quando estou sozinho em casa. Curto ler um bom livro, ouvir minhas músicas, escrever no blog ou simplesmente tomar um café e conversar com meus cachorros.
A solidão é um momento de encontro consigo mesmo.
Quem teme a solidão, talvez tenha na realidade medo de encontrar consigo mesmo e não gostar daquilo que vai ver.
Caso você pudesse encontrar com você mesmo, o que diria?
Já imaginou? Você chega na cozinha da sua casa e encontra um estranho lá!
Repara direito e percebe que o sujeito é você!!!
O que você diria a si próprio?
Teria medo de ouvir o que aquela pessoa iria dizer?

Pensamentos estranhos né?

Estava com saudades de escrever no blog. Tive uma semana meio tumultuada, mas prometo que aumentarei a frequência das minhas postagens.

Beijos pra todo mundo!

Pessoal de Jaboticabal: novidades logo logo por aí!!!

Estou com muita saudades de um monte de gente que aparece neste vídeo.


sábado, 19 de setembro de 2009

sim, eu sou esperto!

Nossa, hoje está um sabadão perfeito.
Fiquei quase uma hora na banheira e agora estou escrevendo, tomando café e comendo queijo.
Vou contar mais um pouco da minha vida. Parece que todo mundo gosta de ler sobre minhas trágicas experiências!

Eu era um menino baixinho, gordinho e muito inteligente.
Me lembro de uma vez que eu queria ir jogar bola com uma galera, mas não podia ir porque todo mundo da minha casa tinha saído sem a chave da porta.
Mas eu queria tanto sair...
Esperei. Esperei um monte! Bem, na realidade não devo ter esperado tanto assim, mas parece que criança não tem paciência. Um minuto parece uma hora quando se está louco para ir brincar com as outras crianças.
Nos anos 70 ainda não existia celular, assim eu não tinha a mínima ideia de onde estava o resto da família, ou quanto tempo eu ainda esperaria para chegar alguém e eu poder sair.
Eu olhava angustiado para o relógio, como que podia eu estar preso em casa e todos meus amigos se divertindo?
Eu era inteligente, precisava arrumar uma solução.
Deixar a chave nos vizinhos não podia, pois minha mãe não curtia este lance de tanta intimidade com a vizinhança;
Pedir para alguém ficar no meu lugar em casa até alguém chegar também não seria legal.
Eis que tive uma ideia brilhante.
Achei um lugar super difícil para esconder a chave da porta. Escondi a chave dentro da máquina de lavar roupa, afinal quem pensaria em procurar uma chave dentro daquela geringonça? Ninguém! Eu era um gênio!!!
Saí todo feliz de casa, mas antes deixei um bilhete com letras garrafais preso à porta.
Coloquei o bilhete na porta e pude curtir minha liberdade.
Sim, não havia dúvidas, eu era um gênio!
Minha mãe chegou em casa, vinda do supermercado se me lembro bem, encontrou o bilhete e quis me matar.
Sabe o que estava escrito no bilhete?
"Mãe, saí para ir jogar bola. A chave está escondida na máquina de lavar roupas".

Beijos e abraços para meus queridos leitores!!!


quarta-feira, 16 de setembro de 2009

A morte passa ao lado.

O que aconteceu com este gatinho é incrível.
Eu adoro gatos. Acho que gato tem personalidade forte, não fica agradando ou puxando saco a toa.
Todo gato é folgadinho, me lembro de ter tido um que pisava no meu rosto quando ia sair da cama.
Quando eu era criança gostava de dar injeções de água nos gatinhos da minha mãe. Eles não gostavam muito, mas não saíam de perto de mim.
Dizem que gato tem 7 vidas, mas eu acho que quem tem 7 vidas somos nós. Eu, por exemplo já sobrevivi a 1 mandato do Collor, 2 do Fernando Henrique e 2 do Lula! Isso sim é ter sete vidas!!! Veja só há quanto tempo o governo tenta acabar com a minha vida... E não conseguiram!

E você, já gastou quantas vidas?
Cada professor chato que você aguentou é uma vida a menos!!
Cada cachorro quente, comprado em lugares de higiene duvidosa, também foi a morte passando ao seu lado...
Quer perigo maior que comer espetinho de camarão na praia?

Pois é, você e eu somos SOBREVIVENTES!!
Parabéns pra nós!!!

Beijos e abraços!


domingo, 13 de setembro de 2009

Vidinha besta (?)

Tem dia que tudo parece sem sentido né?
Na correria do dia-a-dia acabamos não nos dando conta de tanta coisa boa que nos rodeia.
Precisamos aprender a prestar mais atenção ao que nos cerca e valorizar estas coisas.

Veja esta foto.
Ela foi tirada em 2004 no NR.
Aparentemente é só uma foto com pessoas comuns.
Agora preste atenção em um cara de óculos escuros na direita da foto.
Clique na foto e abrirá uma outra janela com a foto cheia. Amplie.
É o Marco Luque, o queridinho da galera no Twitter e astro do CQC da Band.


Há pouco tempo atrás era só mais um monitor do acampamento.
Eu tive oportunidade de conviver com ele por duas ou três temporadas. O cara é engraçado mesmo.
Na mesma foto tem mais um monte de gente que eu sei que vai fazer sucesso. Boa parte destes alunos já estão formados e iniciando suas promissoras carreiras.
Me lembro de conversar com o Luque (era assim que ele era chamado lá) e ele contar sobre o colégio que tinha estudado, do duro que estava dando na faculdade etc etc.
As meninas achavam ele lindo e os meninos queriam ele no time de futebol porque ele jogava muito bem. Aliás, se me lembro bem, ele tentou a vida como jogador de futebol !

E você, já pensou que amanhã é você que pode estar bombando por aí?
Não digo na televisão, mas na vida!
Anime-se!
Esforce-se!
A vida definitivamente não é para gente mole.

Aproveite pra tirar uma foto comigo enquanto não é famoso. Daqui uns anos a gente coloca aqui e conta a sua história! Ha ha ha!

Beijos e abraços!!!


segunda-feira, 7 de setembro de 2009

A morte pede carona... para mim!!!

Nossa, já faz uma semana que não posto por aqui. Andei meio desleixado estes dias... Imagine quantos leitores ansiosos estiveram por aqui, ávidos por um novo post! E eu por aí, trabalhando no mundo real e deixando o virtual de lado.
Ficamos tanto tempo no computador, que o termo “mundo virtual” já pode ser mudado para “mundo real”, já que ficamos por aqui mais tempo que em qualquer outro lugar.
Basta ver o tanto de bobagens que postamos no twitter. Pra quem postamos aquelas coisas? Pra ninguém, mas todo mundo lê!
O virtual cada vez mais se confunde com o real.
Quem é você?
Você é aquela pessoa desconhecida registrada em cartório como José da Silva; ou é aquela com um nickname estranho tipo JewwzzzHawk1994@toim mas que todo mundo segue no twitter, ama no orkut e adora no facebook?
Tenho alunos que twittam, escondidos de mim, da própria sala de aula! Dá pra acreditar? Onde termina o real? Onde começa o virtual?

Como faz tempo que não conto nada de engraçado (ou trágico) da minha vida, vamos a mais um caso da série “Só acontece comigo!”.

Era um mês de muito calor, creio que novembro de alguns anos atrás. Eu estava voltando de Catanduva, onde dava aula, para Taquaritinga pela rodovia Washington Luis, quando avistei um cidadão pedindo carona.

Sempre me sinto impelido a dar carona, pois durante muito tempo de minha vida foi meu principal meio de locomoção.
Perguntei para onde ele ia e o convidei a entrar no meu carro.
-Boa tarde.
-Boa tarde.
-Tá quente né?
-Ô, nem fale...

Conversa vai, conversa vem. Perguntei o que ele estava indo fazer lá na tal cidade que ele ia.

-Estou indo matar minha ex-mulher.
Como é?
-É isso que o senhor ouviu. Estou indo matar minha ex-mulher.

Após esta última frase ele tirou um revólver de dentro da malinha e mostrou para mim.
- Vou dar 6 tiros na vagabunda! Vou mostrar para aquela safada!

Aí ele gastou uns 2 ou 3 minutos falando lindos palavrões que não vou reproduzir aqui, já que este é um blog de respeito.

Tente imaginar o meu desespero de ver um louco, armado, descontrolado e corno ressentido dentro do meu carro! Pensei que o maluco ia me matar também.
Detalhe sem importância: o cara era ex-presidiário.

Conversa vai, conversa vem e eu já estava mentalmente me despedindo deste mundo. Aí o cara começou a chorar. Chorar copiosamente.
Fiquei com dó. Era simplesmente um ser humano carregando uma dor insuportável.
Comecei a falar de Jesus pra ele e descobri que sua família era evangélica. Ele se acalmou e disse que voltaria a frequentar a igreja.

No final da história ele queria deixar a arma comigo! Já pensou eu ser parado numa blitz portando uma arma?
Ainda bem que ele além de desistir de matar a mulher, desistiu também de deixar a arma comigo.

Como já disse em outros posts, TEM COISAS QUE SÓ ACONTECEM COMIGO!

Beijos e abraços para quem lê este blog!


terça-feira, 1 de setembro de 2009

Como é bom aprender!

Você sabe como a testosterona afeta a fala de uma pessoa?
Você sabe qual era o volume dos mares 15 mil anos atrás?
Já ouviu falar de "alvo acústico"?

Se você é uma pessoa normal, é bem capaz que não saiba nada disso. Mas seja sincero(a), não te deu uma certa curiosidade? Nem uma vontadezinha de saber?

Eu vivo cheio de curiosidades, adoro aprender coisas novas. Por isso vivo, na medida do possível, comprando livros sobre assuntos que, em um primeiro momento, não tem nada a ver com meu dia-a-dia.
Ainda agora eu estava folheando o livro de biofísica que aparece na foto, estudando sobre o aparelho fonador humano, tentando entender como conseguimos articular nossa fala.
Estou montando uma prova com questões que falem sobre água, aí peguei o livro de história pra arrumar subsídios.

Esta semana me perguntaram como eu aprendi Física. Respondi que aprendi como todo mundo aprende qualquer coisa: - estudando sozinho!
A gente só aprende algo de verdade, quando botamos a bunda na cadeira e estudamos com amor determinado assunto. Simples assim!

E você, nobre leitor(a), não tem vontade de aprender alguma coisa? Já parou pra pensar no desperdício que é uma pessoa como você (inteligente e saudável), não aprender nada nesta vida?
Te chamaram de burro(a)? Limitado(a)?
Tenho uma boa notícia: MENTIRAM PRA VOCÊ!!!!
É lógico que tem muita coisa boa em você, basta pensar um pouquinho e você vai ver que já teve, ou tem, idéias arrojadas sobre certos assuntos. Só que nunca externou suas idéias para os outros...
Grande beijo, forte abraço!


segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Só pra passar o tempo.

Tem hora que me aparece cada vídeo!
Esse é demais. Impressionante fazer tudo isso só com a boca.

Dou um prêmio pra quem descobrir quem é a pessoa atrás do livro de física!
Fiz a montagem com uma foto da minha lousa com a foto de um following do twitter!!


domingo, 30 de agosto de 2009

Eu adoro Mac !!!

Tudo começou numa singela voltinha por Buenos Aires, voltamos ao nosso hotel, eu e minha mulher, e como ainda era muito cedo, resolvemos dar uma espiadinha numa pequena loja que ficava defronte ao hotel.
Era uma Apple Store.
Minha mulher se encantou com o Macbook Air e eu dei de presente pra ela. Tão fino que cabe em um envelope!
Logo que tivemos o primeiro contato com o sistema operacional, ambos nos apaixonamos. Muito fácil, muito intuitivo e não trava! Além de ser tudo lindo, é claro.

Pouco tempo depois minha mulher me deu um Imac de presente.
Nem preciso dizer o quanto me apaixonei né?! Primeiro pela minha mulher, depois pelo computador.
É simplesmente fantástico não ter aquela montoeira de fios pelo escritório, além de ser um computador fantástico.
Montar minhas provas e apresentações se tornaram mais prazeirosas ainda.

Para meu azar(?), há alguns meses meu notebook da Toshiba caiu no chão e veio a óbito...
Adivinha qual computador substituiu meu nobre e valente Toshibão?
O Macbook de alumínio.

Claro que todas estas mudanças não ocorreram de uma vez, nem tenho bolso pra isso.

Você pode estar se perguntando porque este entusiasmo todo, afinal computador é tudo igual!

Não! Computador não é tudo igual...
Existe um negócio chamado Sistema Operacional que muda tudo.
E se tem uma coisa impressionante nos Mac, esta coisa é o Sistema Operacional.
Nunca trava, é fácil de usar e respeita o seu cérebro.

Você já usou um Iphone?
Tem comparação com outro celular?
A mesma coisa acontece quando você usa um computador Mac, você não quer mais usar Windows.
Aliás, no mundo dos macmaníacos, o Windows é chamado de Ruindows!

Quando for trocar de computador, converse com alguém que tenha um Mac.

Beijos e abraços aos meus querido(a)s leitore(a)s!!!


MIcos antológicos

Quando conto minhas histórias, há sempre quem duvide, tamanha a quantidade de coisas inusitadas que acontece comigo.
Esta semana eu estava contando algumas delas numa classe e um aluno meu, o Felipe Rassi, falou pra eu colocar no blog. Vamos lá então:
Há um bom tempo atrás eu dei aula em Jardinópolis.
Naquele fatídico dia eu cheguei atrasado, pois tinha acontecido um acidente terrível no trevo, fazendo com que todo o trânsito parasse por um tempo.
Quando eu cheguei na escola, ao invés de dar minha aula numa boa, fui inventar de fazer graça com os alunos.
Uma aluna me perguntou porque eu tinha atrasado. Aí eu me empolguei. Disse que tinha atrasado porque um cara estava todo "esbagaçado" lá no trevo, que parecia a festa da carne moída etc etc.
Fiz uso de um humor negro terrível.
Pois bem, o cara "esbagaçado" no trevo era o namorado da menina!

Ainda em jardinópolis, outro dia eu estava dando aula e passou um carro de som de uma funerária, anunciando a morte de um cidadão.
É um costume comum em algumas cidades pequenas. Um carro de som sai avisando, cidade afora, que alguém morreu.
Lá estava eu dando minha aula, quando o bendito carro passou em frente da escola:
"A funerária São Blá Blá Blá, avisa que veio a óbito o Sr. Sei Lá Quem..."
Nem deu tempo de eu fazer piadinha, uma menina se joga no chão e começa a chorar. O Sr. Sei Lá Quem era o pai dela!
Junte estas histórias com outras que eu já contei por aqui, como aquela em que eu levei um enxoval para um morto, aí me responda: Você conhece outra pessoa que aconteça tanta maluquice?
Grande abraço aos meus leitores!
Beijo pra Pâmela, do Einstein, que falou pra eu escrever um livro!


sábado, 29 de agosto de 2009

Eu amo café!

Sabadão, já trabalhei o que tinha que trabalhar. Estava dando uma volta pelo meu quintal e observando minha jabuticabeira (sim, é assim que se escreve), quando de repente me bateu uma vontade de tomar um cafezinho


Pra quem não sabe, eu amo café.
Peguei minha velha cafeteira italiana, misturei café forte com café aromatizado e... Putz, que delícia!

Aí peguei meu note e resolvi postar daqui da cozinha mesmo, deixando meu escritório mais uma vez vazio.
Pra combinar, comi junto com o café um pedaço de chocolate meio amargo.
Perfeito! Café e chocolate é uma combinação divina.
Vou até parar de escrever um pouco... a hora que eu terminar com o café e o chocolate eu volto.
Beijos!


quarta-feira, 26 de agosto de 2009

porcaria de atendimento!

Lasquei meu cartão de crédito. Quebrou uma pontinha dele, coisinha de nada.
Resultado: não é mais lido pelas máquinas de caixa eletrônico.
A função crédito ainda funcionava, porque o chip estava intacto. Mas eu, que vez ou outra pareço uma anta, errei três vezes seguidas a senha. Aí travou tudo!
Como é que eu, que uso essa senha há anos, errei três vezes?!?!
Coisas estranhas acontecem comigo. Simplesmente na hora de digitar a senha, me deu um branco absoluto, como se eu nunca tivesse decorado a bandida!
Agora veja minha situação, tenho dinheiro no banco, saldo no cartão e não consigo sacar dinheiro ou pagar contas.
Liguei na central de relacionamento do banco.
Uma voz computadorizada irritante atende e diz: tecle 1 para saldo, tecle 2 para blá blá blá...
Meu Deus! Tudo que eu queria era ouvir um humano falando comigo... No menu não tem a opção " Tecle 18 caso tenha destruído seu cartão e sua senha"!
Após muitas tentativas consegui falar com um atendente de telemarketing: " Vou ver o que posso fazer para poder estar atendendo o senhor..." Eles são reis do gerundismo.
Não resolveu meu problema e me passou para outros 3 atendentes.
Fiquei irritado e liguei para o setor de reclamações.
Acredite, para eu fazer a reclamação sobre o ocorrido eu deveria fazer 6 reclamações em separado, em seis ligações diferentes!!!
Aí eu perguntei com quem eu reclamava sobre o setor de reclamações...
O cara disse que era só eu fazer a sétima reclamação!!!
Surtei! Perguntei se eu tinha cara de palhaço, se eu era algum mentecapto ou coisa do gênero etc etc.
Deslavadamente eu desisti de tudo e agradeci a atenção que o cara me deu.
Resumo da ópera: Continuo sem dinheiro, mesmo tendo dinheiro...
Coisa de pobre! Ha ha ha
Se você me ver pedindo no semáforo, contribua!
"TETÉU ESPERANÇA!"




terça-feira, 25 de agosto de 2009

Como a vida é...

Engraçado né? Tem dia que tudo dá errado.
Você se levanta, acha que vai ser tudo lindo e maravilhoso, se prepara para aquele dia incrível. Aí vem uma tempestade atrás da outra.
Para um desavisado pode até parecer que Deus está contra ele, tamanha a quantidade de desgraças que pode acontecer em único dia.
Você pode estar se perguntando porque eu estou escrevendo isto, que tipo de desgraça me aconteceu pra ficar tão melancólico.
Na verdade não me aconteceu nada do outro do mundo. É que meu dia ontem estava tão lindo, tão maravilhoso... E de repente, de uma coisa aparentemente tão sem importância, acabou passando um furacão por mim.
Culpa de Deus?
Claro que não.
Culpa minha. Deus não arranja confusão pra mim; eu é que vivo arranjando confusões pra Deus me socorrer.
E hoje? Como está meu dia hoje?
Lindo e maravilhoso!!!
Não me importo com as tristezas que a vida me coloca pela frente. Há muito tempo optei em ser feliz...
Quem me conhece sabe disso. Independentemente do que esteja me acontecendo, estou sempre sorrindo. É minha filosofia de vida.
Os problemas podem ser encarados como o fim do mundo, acabando com você; ou podem ser encarados com bom humor, fazendo você crescer.

O vídeo mostra um anúncio em uma revista. Detalhe: é um vídeo dentro da revista!

Beijos e abraços aos meus leitores!


sábado, 22 de agosto de 2009

4.0 Agora vai!!!


Ontem foi meu aniversário.
40 anos!!!
Foi muito emocionante. Eu dei aula em Ribeirão ontem, lá no Einstein. Ganhei beijos, abraços, cantaram um monte de parabéns, teve bolo (ma-ra-vi-lho-so!!!) e uma super cesta de chocolate.
Para algumas pessoas isto pode parecer besteira, mas para mim é algo profundo e marcante.
Quando digo para uma sala que eu os amo, digo sempre com sinceridade. Assim, quando uma turma demonstra carinho comigo, também tomo a coisa como sendo verdadeira.
Sempre digo pra todo mundo que sou muito feliz com o modo como ganho a vida. Adoro ser professor.
Em dias como ontem, gosto mais ainda!
Também recebi muitos recados pelo Twitter e Orkut...
Obrigado pelo carinho!!!



Faz um tempinho que não posto nada, já que esta semana andei ocupado com outras coisas.
Gostaria de postar pelo menos 2 vezes ao dia... Quem sabe ainda não consigo chegar nisso?!?!

Trabalhei de manhã e agora estou só comendo minha cesta de chocolate e twittando pra caramba.
Abraços e beijos para os meus querido(a)s leitore(a)s!!!
Adoro a voz desta cantora...

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Um pouco de humor

De um Químico apaixonado...

Berílio Horizonte, zinco de benzeno de 1999.

Querida Valência:

Não estou sendo precipitado e nem desejo catalisar nenhuma reação
irresversível entre nós dois, mas sinto que estrôncio perdidamente apaixonado por você. Sabismuto bem que a amo. De antimônio posso lhe
assegurar que não sou nenhum érbio e que trabário muito para levar uma
vida estável.

Lembro-me de que tudo começou nurârio passado, com um arsênio de
mão, quando atravessávamos uma ponte de hidrogênio. Você estava em
um carro prata, com rodas de magnésio. Houve uma atração forte entre
nós dois, acertamos os nossos coeficientes, compartilhamos nossos
elétrons, e a ligação foi inevitável. Inclusive depois, quando lhe
telefonei,
mesmo tomada de enxofre, você respondeu carinhosamente: "Proton, com
quem tenho o praseodímio de falar?" Nosso namoro é cério, estava índio
muito bem, como se morássemos em um palácio de ouro, e nunca causou
nenhum escândio. Eu brometo que nunca haverá gálio entre nós e até já
disse quimicasaria com você.

Espero que você não esteja saturada, pois devemos buscar uma reação de
adição e não de substituição.

Soube que a Inês lhe contou que eu a embromo: manganês cuidar do seu
cobre e acredite níquel que digo, pois saiba que eu nunca agi de modo
estanho. Caso algum dia apronte alguma, eu sugiro que procure um
avogrado e que me metais na cadeia.

Sinceramente, não sei por que você está a procura de um processo de
separação, como se fóssemos misturas e não substâncias puras! Mesmo
sendo um pouco volátil, nosso relacionamento não pode dar errádio. Se
isso acontecesse, irídio emboro urânio de raiva. Espero que você não
tenha
tido mais contato com o Hélio (que é um nobre!), nem com o Túlio e nem
com os estrangeiros (Germânio, Polônio e Frâncio). Esses casos devem
sofrer uma neutralização ou, pelo menos, uma grande diluição.

Antes de deitar-me, ainda com o abajur acesio, descalcio meus sapatos e
mercúrio no silício da noite, pensando no nosso amor que está acarbono e
sinto-me sódio. Gostaria de deslocar este equilíbrio e fazer com que
tudo
voltasse à normalidade inicial. Sem você minha vida teria uma densidade
desprezível, seria praticamente um vácuo perfeito. Você é a luz que me
alumíno e estou triste porque atualmente nosso relacionamento possui pH
maior que 7, isto é, está naquela base. Aproveito para lembrar-lhe de
devolver o meu disco da KCl.

Saiba, Valência, que não sais do meu pensamento, em todas as suas
camadas.

Abrácidos do:
Marcelantânio

Qual é o ácido mais engraçado de todos?

É o ácido crômico.



Qual é o ácido mais dogmático?

É o ácido acético.



Qual é o ácido que é amigo do japonês?

É o ácido bórico, porque libera o borato.



Como o átomo se matou?

Se jogando da ponte de hidrogênio.



O que disseram para o carbono quando ele foi preso?
Você tem direito a quatro ligações.



O que a mitocôndria disse para o cloroplasto?

Per-oxi-ssomos.



O que um átomo de cromo disse para outro?

Cromossomos Bonitos.



Qual é o hidrocarboneto mais presente nos vegetais?

É o butano, porque a ciência que estuda eles é a butânica.



Qual é o principal hidrocarboneto do gás de cozinha?

É o decano, porque ele vem decano.



Qual é o principal elemento do U2?

É o carbono.



Qual é a dispersão de London?

É o smog.



Como se faz água destilada no laboratório?

Pondo água no béquer e trazendo-o para o outro lado da bancada.



Como se mede a entalpia de uma reação no laboratório?

Misturam-se os reagentes e derrama-se entalpia.



Qual é o elemento químico mais bem informado?

É o frâncio, porque está do lado do rádio.



Qual é o elemento químico que está na sombra?

É o índio, porque está embaixo do gálio.



Qual é a fórmula da cal?

CaO



Qual é a composição do ar?

N O Ar.



Qual é o elemento químico padrão para medição de grandezas?

É o Si.



Qual é o composto químico mais acelerado?

É o KOH.



Qual é o elemento químico mais violento de todos?

O Césio, Cs.



Qual é o aldeído mais formal?

É o metanal.



Qual é a única função orgânica presente no espaço?

É o éter.



Qual é a diferença entre o pântano e o pantanal?

O pantanal tem oxigênio.



Qual é o ácido cuja ionização é reversível e cíclica?

É o ácido periódico.



O que um átomo de flúor disse para um átomo de cloro?

Alossomos.



O que uma molécula de oxigênio disse para uma molécula de ozônio?

Alossomos.



Qual é o melhor composto para neutralizar os compostos de amônio?

É o óxido de antimônio.



O que uma fórmula de óxido de alumínio disse para outra?

Alossomos.



Por que, quando o Aladin esfregou a lâmpada, saiu gás cloro dela?

Porque ele disse: alô gênio.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

100 anos de efeitos especiais

Dá uma espiadinha no tanto que evoluiu o cinema nestes últimos 100 anos!

Um leitor mais desavisado é capaz de dizer que a única coisa que não muda com o tempo é a ESCOLA. Há até uma piadinha que rola por aí, onde um homem da idade média acorda nos dias de hoje, ficando totalmente desorientado e perdido. Até que entra em uma escola e lá se sente em casa, pois a escola de hoje é parecida com a escola da idade média.
Pura besteira!
A escola não muda porque ainda funciona!
Vou repetir: A escola ainda funciona!
Todo mundo ataca a escola, dizendo que está fora da realidade, que não é atrativa etc etc.
Pois bem, faço um desafio.
Escolha um assunto que você goste e imagine ficar um ano na escola estudando ele. Você aguentaria? Seria diferente?

O problema não é a escola. O problema somos nós, seres humanos, que não temos mais paciência para nada...

Como resolver?

Não sei...

Quem sabe a solução seja ficar menos na internet e ler mais livros!!! ha ha ha

Beijos e abraços aos meus queridos leitores.



Aprenda Guitarra!

Já tentou tocar a música do Pulp Fiction no braço?
Esqueça! Isso é coisa do passado.
Veja o vídeo e faça de um jeito mais fácil.

Hoje está uma tarde chuvosa e meus neurônios, que já são por natureza meio lentos, estão totalmente letárgicos.
Minha única vontade é comer pão de queijo e tomar um chá.

Mais tarde a gente se vê!


domingo, 16 de agosto de 2009

Mi arde o oio!!!

Já fui fumante.
Fumante daqueles totalmente sem noção. Contando parece mentira, mas eu fumava nas aulas da faculdade; fumava dentro de ônibus! é mole? Me lembro de ter feito uma viagem de Ribeirão Preto até Curitiba fumando que nem louco. Imagine quanto não sofreu quem estava ao meu lado.
Hoje sou liberto deste vício, graças a Deus!
Ontem um professor de geografia lá do Einstein, um colégio de Ribeirão Preto, estava mostrando para os alunos e para nós professores, um vídeo engraçado sobre o quanto os fumantes incomodam.
Achei o vídeo engraçado e zoei um pouco com ele.

Beijos e abraços pra galera!!!


sábado, 15 de agosto de 2009

Só acontece comigo!

Oi nobre leitor, como vai?
Dei uma sumida estes dias, o recomeço das aulas é sempre um pouquinho difícil, meu organismo se adapta com muita facilidade à vida de vagabundo! Ha ha ha!
Esta semana tive que ir no médico levar uns exames do meu pai. Tinha só umas 6 pessoas na minha frente, ou seja, chá de cadeira.
A revista mais nova que eu achei era uma Caras de 2006, toda amarrotada e recortada por dentro. Difícil passar o tempo em um lugar assim.
Tentei acessar o Twitter, mas a Claro não estava colaborando muito comigo, já que não consegui acessar nada pelo celular.
Já fazia umas duas horas que eu estava lá, lendo os fascinantes artigos da revista Caras, quando um paciente tentou puxar conversa comigo:
- Boa tarde ! - disse o moribundo
- Boa tarde! - respondeu este pobre professor.
-O senhor vai consultar porque?
Aí expliquei que era só pra mostrar os exames etc etc.
-Ah, que bom. Eu vim pra consultar a hemorróida.
(silêncio...)
Que que eu podia fazer? Perguntar detalhes? Tipo: nossa, tá inchada?
Fiquei na minha.
Mas o sujeito empolgou.
- Eu tava tomando banho, daqueles bem quentinhos, e resolvi coçar um pouco a maldita, que tava ardendo muito.
Eu totalmente desconfortável com o assunto e o cara nem aí. Continuou:
- Aí a lazarenta estourou. Olhei no chão e o sangue escorria. Comi um monte de pimenta, porque o Tonho Verdureiro falou que era bom... Má vá!!!! Aí que a desgracenta rebentou de vez!!!

Vou poupar maiores detalhes aos meus digníssimos leitores, mas o sujeito ficou mais de meia hora contando a sua odisséia, totalmente recheada de detalhes. Que coisa horrorosa!

Tinha uma velhinha perto da gente, que não participou verbalmente da conversa, mas que meneava a cabeça quase toda hora, como que se concordasse ou se sensibilizasse com a hemorróida do cidadão ali aflito.

Em um dado momento, para meu desespero, a velhinha entrou na conversa e disse que ia se consultar com a ginecologista!!!! Meu estômago não é de aço!!!
Quando ela ia (se é que ia) começar a dar detalhes, chegou a minha vez de ser atendido. Ufa, salvo pelo gongo.
Quando acabou a minha consulta ainda pude ver os dois conversando animadamente, mas fiz de conta que não os tinha visto e me mandei.

Moral da história: Coma bem, faça exercícios regularmente, durma bastante e não seja estressado. Só assim você não vai precisar ir no médico e ouvir coisas sobre hemorróidas alheias!

O vídeo é da Gaby Leite, lá do Einstein. Vale a pena conferir o talento.
Beijos a abraços!

Este ano completo 40 anos e farei exame de toque!!! Quero só ver se vou postar algo triste ou engraçado sobre isto... Aguardem o post!


domingo, 9 de agosto de 2009

Dia dos Pais

Hoje eu andei pelas ruas de São Paulo, logo pela manhã, coisa de velho.
Foi gostoso ver tantos pais e filhos caminhando juntos. Nem sei se em outros domingos a quantidade de pais e filhos juntos varia. Talvez hoje, por ser o Dia dos Pais, eu esteja mais sensível a tais visões.
Na minha infância meu pai foi meu herói. Ninguém era mais inteligente que ele; na minha adolescência foi o pior pai do mundo, já que o pai de todo mundo era legal e o meu não deixava eu fazer nada.
Hoje estou perto dos 40 anos e vejo que meu pai foi o melhor pai do mundo.
Ainda bem que disse tudo isto pra ele a tempo...
Agora ele tem 86 aninhos de idade e já não entende direito as coisas, tá se preparando pra ir morar com Deus. Mas mesmo com a cabeça toda confusa, sempre me reconhece e me chama de Tetéuzinho. Amo ele.
O público deste blog, com algumas exceções, é feito por adolescentes.
Adolescentes muitas vezes não entendem seus pais. Coisa da idade.
Mesmo que você não esteja lá 100% com seu pai, vá lá e dê um abraço nele. Surpreenda-o!
O tempo vai passar, sua vida vai passar... Não espere tanto pra ver o óbvio: Seu pai ama você.
Vá lá, dê um beijo. Abrace, abrace muito forte. Acredite em mim, isto vai te fazer bem pelo resto da vida.
Beijos e abraços.
Hoje estou bastante emocionado...

obs.: saí a pé, quebrou meu cartão do banco e não tinha como eu pegar Taxi... Andei que nem um camelo.


sábado, 8 de agosto de 2009

mais uma música

Acho que estou meio acústico hoje...
O grupo se chama Perpetuum Jazzile e é esloveno.

Eles cantam em português melhor que muitos brasileiros. Confira!


Demais... feche os olhos, apenas ouça...



Vale a pena ouvir de olhos fechados. Parece chuva mesmo!
A música, que para você é do tempo do arco íris preto e branco, fazia muito sucesso na minha adolescência.

Você reclama? Tem gente que sofre muito mais!

video

Taí a prova que tem gente que sofre muito mais do que você.
Eu sempre digo: enquanto você está aí achando que sua vida é difícil, tem gente que uma hora desta tá debaixo de um baita solão, morrendo de sede... em Ibiza!!!! hahaha
Beijos e abraços!

Assuntos importantes?

Esta semana foi bastante tumultuada, seja em âmbito nacional, seja internacional.
Brigas no Congresso, H1N1 atrapalhando vestibulares, bases americanas na América do Sul, dezenas de mortos no Afeganistão etc etc.
Mas de acordo com a cultura(cultura?) popular, o assunto mais importante da semana foi a surra que a Melissa Cadore deu na Ivone, na novela Caminho das Índias.
A surra suplantou toda e qualquer notícia que pudesse interessar aos brasileiros, inclusive meus leitores que twittaram a valer o tão valoroso embate.
Dê uma espiadinha.

Sofremos tanta injustiça no nosso país, que a surra na vilã, acabou sendo um desabafo nacional. Quando a Melissa Cadore surrou a Ivone, milhões de brasileiros, sublinearmente, surraram o Senado e sua corrupção; a pobreza e a violência; a falta de universidades públicas etc etc.
Foi por isso que a surra repercutiu tanto, foi um país inteiro que se sentiu vingado.
Você acha exagero meu?
Talvez até seja, mas o que você sugere então? Que simplesmente somos um bando de ignorantes, como o primeiro vídeo deste post sugere, onde o importante é sempre mascarado pela política "pão e circo"?
Dê sua opinião, afinal aqui o espaço é todo seu!
Abraço ao Rodrigo, que estava lá na Polônia vendo meus posts.
Beijos e abraços aos meus queridos leitores!!!


sexta-feira, 7 de agosto de 2009

pau no twitter

Hoje deu o maior pau no Twitter, por culpa de um ataque de hackers.
Aí que eu tive noção do quanto a galera tá viciada neste treco!
Tinha gente surtando, parecendo que ia morrer por não poder dar sua twittada matinal...

É estranho né? Até outro dia ninguém sabia que isto existia; hoje não dá pra viver sem?

Hoje de manhã ficou todo mundo baleiando...

Baleiando é o termo que se usa quando o Twitter fica sobrecarregado e ninguém consegue twittar.
Agora de noite o assunto mais comentado no Twitter pelos brasileiros, foi o tapa que a Ivone da novela Caminho das Índias levou da outra louca lá.
Apesar de tanta gente querer levar o Twitter a sério, parece que o grande lance dele mesmo é não ser levado a sério!
Que graça tem twittar uma frase do tipo: "escovar os dentes e mimir..." ?
Você pode achar sem graça, mas neste exato momento tem milhares, quem sabe milhões, de pessoas postando coisas deste tipo.

Acho que no meio de uma vida tão corrida e tão séria, um pouco de bobagem não faz mal pra ninguém.

Beijos e abraços!!!
Aproveitem este restinho de férias suínas!!


terça-feira, 4 de agosto de 2009

RESUMOS DOS LIVROS DA FUVEST - SENSACIONAL!

Tem tanto livro pra ler para o vestibular né? Resolvi te ajudar. A seguir te apresento maravilhosos resumos.
IRACEMA (José de Alencar): conta a estória de uma índia, que não cortava as unhas dos pés, seus cabelos nunca viram xampú, nunca depilou as axilas e também nunca escovou os dentes. Mesmo assim ela é chamada de "A virgem dos Lábios de mel", com cabelos tão negros como a asa da graúna.

DOM CASMURRO (Machado de Assis): conta a estória de um cara que era corno, mas não tinha certeza.
Como todo corno, é neurótico e atormenta.
A mulher, suspeita de ser biscatosa, possui "olhos de ressaca", termo inventado por machado de Assis e que ninguém sabe o que significa...
Em dias de hoje, ao invés de livro, seria uma música sertaneja.

MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS (Manuel Antônio de Almeida): uma mulher feia que dá medo conhece um tonto em um navio. Mesmo já estando grávida, consegue enganar o bobão e casa-se com ele.
Nasce um bebê que vai virar um imprestável. A versão moderna do personagem principal pode ser vista em Brasília, trabalhando no Senado.

A CIDADE E AS SERRAS (Eça de Queirós): um cara sai de Paris, no séc. XIX, e vai morar no fim do mundo.
A bagagem é extraviada e ele se vê obrigado a viver só com as roupas do corpo, sem TV de assinatura,sem acesso à internet e sem Twitter.
Nos dias de hoje seria um passageiro da TAM reclamando de sua bagagem.

CAPITÃES DA AREIA (Jorge Amado): um bando de adolescentes, que por não terem videogames, viram bandidos.
Abandonam a vida do crime, porque na Bahia o que importa mesmo é o carnaval.

Fiquem atentos!
Semana que vem postarei mais resumos!

Beijos e abraços aos meus queridos leitores.


sábado, 1 de agosto de 2009

Humor nerd

Vida de elétron

Belmiro Wolski


Em meio a uma banda proibida em uma nuvem eletrônica, alguns elétrons conversam para passar o tempo.

- Este lugar está muito chato. Não há nada para fazer.

- Concordo - respondeu outro elétron -Isto aqui é uma prisão. Deviam acabar com essas malditas camadas de valência.

Um terceiro elétron entra na discussão:

- Pois eu logo vou sair daqui. Aposto todo dia na loteria eletrônica e pretendo ganhar um fóton altamente energético. Com ele vou dar um salto quântico e me tornar um elétron livre.

O primeiro elétron, esboçando um sorrisinho de deboche, rebate:

- Vã esperança. Você sabe bem que o tunelamento quântico é muito difícil de acontecer.

Ouvindo a conversa acirrada dos colegas, um velho elétron, segurando sua bengala, que com dificuldade mantinha seu spin alinhado, esbanjando sabedoria intervém:

- Há milhões de unidades de tempo estou confinado neste lugar. Já fiz parte do tecido de estranhas criaturas como os dinossauros. Já vi muitas coisas estranhas acontecerem. Vocês jovens, só pensam em liberdade. Pois saibam que a vida lá fora é muito difícil, muito perigosa. A qualquer momento um elétron pode ter seu fim decretado pelo choque com outras partículas ou radiações energéticas. Além do mais, a vida de um elétron livre não é permeada de glórias. Não fosse assim , eles não vivam tentando se recombinar.

Enquanto isso, em um condutor, um bando de elétrons também jogam conversa fora.

- Não estou legal hoje. Minha função de onda me diz que a probabilidade de eu estar com vocês aqui neste momento é quase zero. Entretanto eu estou aqui. Deve ser por isso que não estou me sentindo bem.

- Que nada - refuta um colega - Também senti isso quando me apaixonei por um próton em um colisor de partículas. Quase perdi minha carga elétrica por ele.

- É, mas eu não estou apaixonado. Além do mais, não costumo freqüentar esses lugares.

- Por que ? Tem medo das bizarras partículas que por lá aparecem?

- Com certeza! Um amigo meu certa vez deu de cara com um pósitron. Foi aquela explosão de energia. Emitiu um fóton e acabou reencarnando como outro elétron. Nunca mais nos vimos.

Nesse ínterim, um elétron ofegante chega em polvorosa.

- Pessoal! Estamos sendo observados. Estão tentando medir nossa posição e quantidade de movimento.

- Essa turma não aprende mesmo!- exclama o elétron líder do grupo - Todos comigo agora. Vamos usar o plano B. Quando eles tentarem medir nossa posição, todos usam sua natureza ondulatória para confundí-los. Em seguida, todos andam em zigue-zague para impossibilitar a medição da velocidade.

E assim foi feito. Novamente não se conseguiu medir com precisão a posição e velocidade, preservando intacto o princípio da incerteza de Heisenberg. Passado o susto, os elétrons se reúnem novamente para comemorar o sucesso da operação.

- Valeu pessoal! Conseguimos novamente. No entanto, não podemos baixar a retaguarda, pois com certeza eles irão tentar de novo.

Em meio a euforia, com alguns elétrons até emitindo alguns fótons, eis que de repente alguém grita:

- Oh não ! Lá vem um campo elétrico. Seremos arrastados novamente através das camadas de condução.

- Isto não é nada - retruca outro elétron - O pior será quando tivermos que realizar trabalho através da resistência que certamente encontraremos pelo caminho. Já estava até acostumado com essa boa vida.

- Animem-se colegas - grita um terceiro elétron, já sendo arrebatado pelo campo elétrico - Pelo menos estaremos viajando em baixa velocidade e não sentiremos o aumento relativístico de nossas massa com a velocidade, o que certamente nos deixaria ainda mais cansados.

E assim, milhares de milhões de elétrons foram arrastados através do condutor, cumprindo cada um sua missão de promover o curso natural do continuum espaço-tempo.

E na banda proibida, o papo continua.

- Ei ! Quer fazer o favor de sair do meu lugar? Não sabe que não é permitido dois elétrons ocuparem o mesmo nível de energia ao mesmo tempo? Está pensando que é um bóson?

- Tudo bem - desculpa-se o elétron - Mas também não precisa ofender. Conheço o princípio de exclusão de Pauli e sou férmion com muito orgulho. Aliás, odeio aquela turma do spin integral.

- É, mas bem que você gosta de um fotonzinho de vez em quando para ficar mais excitado.

- Ora, é intrínseco da natureza. Mas que eles são metidos, são. Só porque não têm massa e viajam na velocidade da luz se acham os maiorais. Nem noção do tempo eles têm. Esquecem eles que durante a fase de alta energia do universo eles eram mera parte integrante do bóson de Higgs. Já os bósons W+, W- e Z0 da força fraca, os glúons e os gravítons são gente boa. Talvez seja porque a gente não tem nenhum tipo de interação com eles.

- Não sei porque sua implicância com os fótons. Que mal lhe fizeram?

- Pois bem, vou lhe contar - falou o elétron, alinhando seu spin - Certa vez, ao receber um fóton, fiquei tão excitado que acabei tendo um relacionamento íntimo com outro elétron. Logo em seguida, ele foi embora para muito longe. Foi aí que os problemas começaram. Comecei a sentir estranhas sensações. De repente meu spin realinhava sem a minha vontade e estranhas forças se apoderavam de mim. Mais tarde, fiquei sabendo que o elétron com o qual eu me relacionara também sentira as mesmas sensações. Isto durou muito tempo e foi muito ruim. O velho elétron, que é muito sábio, me disse que isso é comum. Que nós elétrons sentimos as mesmas reações que os parceiros com os quais nos relacionamos em algum momento, mesmo que eles estejam bem distantes. Esse mal é conhecido como ação à distância. Dizem que até Einstein se recusava a acreditar nessa coisa fantasmagórica.

Enquanto os elétrons continuam seu colóquio, um enorme campo elétrico surge entre os extremos da estrutura molecular. É tão intenso que tensiona os elétrons em relação ao núcleo. Apavorados, sem saber o que está acontecendo, eles cedem à extrema força do campo elétrico, que arrebata-os.
Estavam finalmente livres.


sexta-feira, 31 de julho de 2009

Mochileiro ou vagabundo?

Quando eu era adolescente, lá por volta dos 15 ou 16 anos, eu tinha a ideia fixa de ser andarilho.
Veja bem, eu não queria ser mochileiro; queria ser andarilho.
Sonhava em poder largar tudo. Escola, família, namorada, responsabilidades, tudo seria largado em nome da minha liberdade completa e absoluta. Sim, tudo que eu queria era virar um andarilho.
Já pensou que vida louca?
Viver vagando pelas estradas, comer de acordo com a hospitalidade alheia, dormir sob a luz do luar?
Claro que eu evitava pensar como seria uma vida sem banheiro...
Ser andarilho era meu sonho de consumo.
Me imaginava chegando em uma cidadezinha, dormindo na praça e fazendo amizades, ou quem sabe até encontrando amores impossíveis.
Sempre gostei de chegar em lugares onde não conhecesse ninguém. A ideia de ser anônimo sempre foi muito excitante.
Talvez isso tenha sido influência de muito lixo literário. Fui criança nos anos 70 e naquela época meus irmãos liam muito Herman Hesse ( O lobo das Estepes, Knulp etc), por quase que osmose fui exposto a toda série de bobagens. Até Carlos Castaneda eu acabei lendo.
Ah, entenda bem, eu não queria ser hippie; queria ser andarilho!
Mas apesar de tanta vontade, acabei me contendo e tendo uma vida normal.
E você, nobre leitor, já teve esta vontade?
Vontade de sumir pelo mundo?
Talvez tudo que eu precisasse na época era um pouco de paz...
Adolescentes ficam sob muita pressão e quase ninguém entende isso.
Beijos e abraços!!!!!


O Macbook mais rápido do mundo!!

Quer um?


quinta-feira, 30 de julho de 2009

VIDEOCLIP IRADO!

Adoro ficar sapeando aqui e ali para passar o tempo. Vez ou outra acabo vendo coisas interessantes.
Veja se você já imaginou o que dá pra fazer com uma webcam!

Muito legal!


Nossa, não pára de crescer este negócio!!!

Já que você não pode fazer nada... relaxe!
Aproveite para ler um bom livro!!!


Enem - conheça o modelo da prova!

Já que você está curtindo um clima de férias forçadas pela gripe suína, aproveite para conhecer a nova prova do Enem.

O MEC acabou de divulgar 40 questões, na forma de um simulado, mostrando o lindo e milagroso modelo que vai resolver da noite para o dia, os problemas da educação do país.
É só clicar aqui.



quarta-feira, 29 de julho de 2009

Você acabou com a vida dos seus pais?

Outro dia fiz uma viagem, meio de última hora, com a minha mulher. Destas sem programar muita coisa, ela falou: Vamos viajar para praia? E eu topei na hora.
Quando voltamos e contamos para os outros, cansamos de ouvir: É, vocês podem fazer isso porque não tem filhos ainda.
Quando digo que dormi no domingo até tarde, sempre alguém complementa: É, vocês podem fazer isso porque não tem filhos ainda.
Nas férias aproveitei para ler bastante, assisti alguns dvds e levei meus cachorros para passear. Adivinha os comentários? "É, não tem filho ainda..."
Um cara chegou a me dizer que minha casa é bonita porque não tenho filho... Pode?
Todo mundo precisa de desculpas, pra compensar coisas que não deram certo em suas vidas. Aí quem paga o pato são os coitados dos filhos?
Filho agora serve de desculpa pra falta de vontade de ascensão profissional, pela alta da inflação, pelo aquecimento global!
Apesar de toda dor de cabeça que dei aos meus pais, nunca culparam os filhos por suas tristezas ou insucessos. Fui cobrado de muita coisa pelos meus pais, mas nunca me acusaram de acabar com suas vidas.
O problema é que tem muito pai e mãe bobão, que não sabe falar não para os lindinhos, pois querem ser os amigões dos filhos. Pai tem que ser pai, não amigão...
Aí quando o filho faz alguma coisa, joga na cara " Eu te dei de tudo, e você me traiu! Você traiu a confiança que tínhamos em você, etc etc."
Cansei de tanta mediocridade!
Filho não acaba com a vida de ninguém.
Filho só engana pais que querem ser enganados.
Se você anda ouvindo coisas absurdas de seus pais, relaxe. Pode ser que eles não saibam muito bem o que estão dizendo.

Bom, enquanto não tenho filhos, tenho que tomar conta dos meus cachorrinhos. Ontem o Fredão, meu basset hound, foi picado por uma formiga (ou uma abelha, ou uma aranha, ou um monstro do espaço) e quase morreu de alergia. Tive que encher meu carro de pelo e baba de cachorro para poder socorrer. Fiquei desesperado.
Agora imagine quanto sufoco seus pais já passaram nesta vida com vocês.
Se você anda ouvindo coisas absurdas de seus pais, relaxe. Ninguém ama mais você nesta vida do que eles.
Se eu sou capaz de amar um cachorrinho (na verdade é um cachorrão) fedido e babão, imagine quanto amor há em seus pais por você...
Beijos e abraços!

Se minha mãe fosse leitora do meu blog, tenho certeza que estaria orgulhosa! Mãe é mãe!!!


Seguidores

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Professor de Física, Blogueiro, coordenador de Ensino Médio e Cursinho. Adoro imagens e vídeos.